Terapia Cognitivo Comportamental

Terapia Cognitivo Comportamental 2020-07-16T09:46:44+00:00

Terapia Cognitivo Comportamental

A Terapia Cognitivo Comportamental é uma abordagem mais específica, breve e focada no problema atual do paciente. Também conhecida como TCC, ela explica que o que nos afeta não são os acontecimentos e sim a forma como os interpretamos. Na Terapia cognitiva comportamental o psicólogo vai ajudar o paciente a distinguir e intervir nesses pensamentos, a fim de mudá-los.

A Terapia Cognitivo Comportamental foi fundada no início dos anos 60 por Aaron Beck, Neurologista e Psiquiatra norte-americano, por meio de pesquisas a pacientes depressivos. Ele percebeu que pacientes depressivos tinham uma visão distorcida sobre si, sobre o mundo ao seu redor e seu futuro. E conclui que o pensamento negativo distorcido altera o nosso humor e nosso comportamento.

Essa abordagem é bastante específica, clara e direta. É utilizada para tratar diversos transtornos mentais de forma eficiente. Seu objetivo principal é identificar padrões de comportamento, pensamento, crenças e hábitos que estão na origem dos problemas, indicando, a partir disso, técnicas para alterar essas percepções de forma positiva. A TCC se destina tanto ao tratamento dos diferentes transtornos psicológicos e emocionais como a depressão, ansiedade, transtornos psicossomáticos, transtornos alimentares, fobias, traumas, dependência química, entre outros.

Além disso, a Terapia Cognitivo Comportamental auxilia nas diversas questões que envolvem nossa vida como um todo, como: dificuldades nos relacionamentos, escolhas profissionais, luto, separações, perdas, estresse, dificuldades de aprendizagem, desenvolvimento pessoal e muitos outros.

Todos podem fazer a Terapia Cognitivo Comportamental: homens, mulheres, crianças, adultos, pessoas com algum transtorno mental ou que estão passando por qualquer tipo de conflito interno. Entretanto, a TCC é altamente recomendada principalmente em casos de depressão, transtornos de ansiedade, transtorno obsessivo compulsivo, síndrome do pânico, fobia social e outras situações que possuem como base fundamental os comportamentos, pensamentos e emoções da pessoa com relação à vida.